Vista aérea da nona edição da feira agropecuária AgroBrasília no Distrito Federal (Foto: Tony Winston/GDF)
Começa nesta terça-feira (10) a nona edição da AgroBrasília, a maior feira agropecuária da região Centro-Oeste. A exposição vai até o próximo sábado (14), das 8h30 às 18h, no km 5 da BR-251, no Paranoá. A entrada é gratuita para todas as atrações.

A feira reúne empreendedores de todas as regiões do país, com inovações tecnológicas para auxiliar os agricultores nas tarefas do campo. Os estandes serão ocupados por 420 expositores em um espaço de 50 mil m².

Em razão da crise econômica, os organizadores preveem uma queda no volume de negócios de 17% em relação ao ano passado. Em 2015, 98 mil pessoas passaram pela feira e negociaram R$ 657 milhões.

Neste ano, a expectativa de público é a mesma, mas o faturamento esperado caiu para R$ 550 milhões.
A feira terá exposição de técnicas de inovação, um espaço para energias renováveis, campos com modelos de plantio para pequenos agricultores e centros de pesquisas da Embrapa.

O evento também contará com seminários sobre irrigação, economia agrícola e cultura do suíno com baixa emissão de carbono. O público terá orientações de como acessar programas de crédito do governo federal e do GDF.

O agricultor vai ver a máquina, vai ter acesso, poder testar a tecnologia e comprar. Isso facilita para as grandes marcas.

Acho que a Agrobrasília ajuda encurtando caminhos tanto para as empresas quanto para os agricultores”
Leomar Cenci, presidente da AgroBrasília
O presidente da AgroBrasília, Leomar Cenci, afirma que o evento tem atrações para todos os tipos de produtores, da agricultura familiar à empresarial. “O agricultor vai ver a máquina, vai ter acesso, poder testar a tecnologia e comprar.

Isso facilita para as grandes marcas. Acho que a Agrobrasília ajuda encurtando caminhos tanto para as empresas quanto para os agricultores”, diz.

Tecnologia no plantioUma das novidades da AgroBrasília será o lançamento de um aplicativo que informa ao agricultor a compatibilidade de agroquímicos para uso no agronegócio. Um dos estandes da feira terá uma linha de monitoramento e controle de irrigação de plantio a distância.

Com o equipamento, os agricultores vão poder controlar através de smartphone, tablet ou notebooks toda a irrigação da colheita. Segundo a empresa responsável, o app deverá funcionar offline, facilitando a pesquisa em lugares sem acesso à internet.

.

Fonte: G1