A agência de classificação de risco Fitch rebaixou, nesta terça-feira (3), a nota de crédito da Odebrecht Engenharia e Construção. O rating foi reduzido em dois “degraus”, de BB para B+. A nota também foi colocada em observação negativa.

Segundo a Fitch, o rebaixamento reflete o aumento dos riscos e das incertezas por conta da ausência de divulgação, no final de abril, das demonstrações financeiras da empresa. O atraso na apresentação das informações ocorre porque a auditoria independente – que precisa atestar essas contas – pediu mais informações sobre as investigações da Operação Lava Jato, na qual a Odebrecht está envolvida.

“As ações de rating também contemplam a prolongada incerteza sobre o potencial impacto, no perfim de crédito da OEC, das investigações sobre o escândalo de corrupção –  o que resulta em estimativas menos precisas do desempenho operacional e da liquidez da companhia a curto e médio prazos. Na opinião da Fitch, estes riscos não são compatíveis com a categoria de rating BB”, diz a agência em comunicado.

Standard & Poor’sEm março, outra agência de classificação de risco já havia rebaixado a nota da Odebrecht. Segundo a S&P, o rebaixamento reflete a visão de um aumento das dificuldades financeiras da empresa, “à medida que avançam as investigações de corrupção envolvendo a empresa”.

.

Fonte: G1