Os bens financiados, como carros e imóveis, precisam ser informados na declaração do Imposto de Renda 2016.
Veja abaixo uma lista de dicas para informar financiamentos à Receita Federal. Para elaborá-la, o G1 ouviu Daniel Bettega, da Andersen Tax Brasil, José Maria Chapina Alcazar, da Seteco Consultoria Contábil e Robsney Gonçalves, do Centro Universitário Newton Paiva1.

Como declarar bens financiados?Dívidas referentes aos financiamentos deverão ser declaradas no campo 'Dívidas e Ônus Reais' (Foto: Reprodução)
Os bens financiados são declarados no campo “Bens e Direitos” e as dívidas referentes aos financiamentos deverão ser declaradas no campo “Dívidas e Ônus Reais”, de acordo com informe de rendimento fornecido pela instituição financeira. É preciso inserir a descrição do bem e todos os detalhes da compra.

2. Quais é preciso valores informar?Em relação a um bem adquirido em 2015, o contribuinte precisa informar agora, no IR de 2016, o valor efetivamente pago no ano passado, considerando o valor da entrada e a soma dos demais parcelas pagas durante o ano.

No próximo ano, o contribuinte então deve informar os valores das parcelas pagas em 2016, e assim sucessivamente.Isso quer dizer que os bens financiados devem ser declarados de acordo com as parcelas pagas durante o ano.

Dessa forma, o custo de aquisição do veículo, móvel ou quaisquer outros bens financiados é composto de forma gradativa, de acordo com os recursos do indivíduo.3.

É preciso informar os juros do financiamento?Os juros e demais acréscimos do financiamento pagos para a aquisição de imóvel, por exemplo, podem integrar seu custo de aquisição.
.

Fonte: G1