A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) desacelerou para 0,36% na terceira prévia de julho. O que mais influenciou essa perda de velocidade foi a queda ainda maior dos preços de hortaliças e kegumes (de -4,4% para -6,71%).Preço de hortaliças e legumes caiu mais e puxou para baixo inflação pelo IPC-S.

(Foto: Reprodução EPTV/ Edson de Oliveira)
Nessa apuração, o grupo que mais contribuiu com o resultado do IPC-S foi o de alimentação, cuja alta recuou de 0,89% para 0,71%.Também registraram decréscimo em suas taxas de variação os grupos: habitação (de 0,26% para 0,14%), vestuário (de -0,07% para -0,15%) e educação, leitura e recreação (de 0,76% para 0,72%).

Na contramão, avançaram as variações dos grupos transportes (de -0,16% para -0,07%), saúde e cuidados pessoais (de 0,54% para 0,68%), comunicação (de 0,09% para 0,15%) e sespesas diversas (de 0,59% para 0,64%)Veja a variação de preços de alguns itens:Tarifa de eletricidade residencial (de -0,62% para -1,22%)Calçados (de 0,56% para -0,02%)Passagem aérea (de 21,53% para 12,29%)Automóvel novo (de 0,44% para 0,54%)Artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,41% para 1,20%)Mensalidade para TV por assinatura (de 0,00% para 0,42%)Bilhete lotérico (de 13,95% para 16,52%).
.

Fonte: G1