O volume de dívidas atrasadas de contas como água, luz e gás representava 18% dos R$ 239 milhões de débitos do país em março deste ano, segundo pesquisa da Serasa Experian. Essa é a maior participação registrada pelo segmento desde junho de 2014, quando teve início o levantamento. Em março do ano passado, as dívidas no setor somavam 15,1% do montante.

Volume de dívidas referentes a água e luz bate recorde. (Foto: Reprodução / EPTV)
Outro segmento que ultrapassou os percentuais anteriores foi o de serviços.

Pela primeira vez, as dívidas desse tipo representaram 11,4% do total dos débitos em aberto. Em março de 2015, a fatia era de 9% do total de contas não pagas no Brasil.

Já os débitos atrasados com bancos e cartão de crédito representaram 27,2% do valor total da inadimplência, em março de 2016, e mantêm o segmento em primeiro lugar no ranking dos mais afetados. Em março de 2015, o percentual de participação era de 30,7%.

Empresas de telefonia correspondiam a 15,1% dos R$ 239 milhões de contas não pagas em março deste ano. No mesmo período de 2015, o percentual era de 16,5%.

.

Fonte: G1