O Walmart anunciou nesta segunda-feira (20) que fechou uma parceria com a JD.com, segunda maior varejista da China depois do Alibaba, para aumentar sua presença no mercado chinês. A operação vai possibilitar uma “poderosa combinação entre o e-commerce e o varejo”, disse a empresa em nota.

O acordo inclui uma série de mudanças nas vendas online e em lojas físicas, explicou o Walmart, que receberá aproximadamente 5% do total de ações da JD.com.

A parceria também fará com que a JD detenha as plataformas do Yihaodian, operação chinesa de supermercados na qual o Walmart tem participação.
“O Walmart continuará a operar as vendas diretas e os negócios da Yihaodian, aproveitando a sua cadeia de fornecimento global para oferecer aos clientes uma ampla gama de produtos”, diz o Walmart em nota ao mercado.

Imagem de arquivo de janeiro de 2012 de uma loja do Walmart em Pequim, China (Foto: MARK RALSTON/AFP)
.

Fonte: G1