O medo de a camisinha estourar durante o sexo pode ter, finalmente, uma solução. A marca estrangeira de produtos eróticos Lelo lançou um preservativo masculino que não fura, com base em uma tecnologia que modifica a estrutura do produto e garante total flexibilidade na hora do sexo. Descubra mais detalhes desta novidade, preço e quando começará a ser vendido no Brasil.

De acordo com a fabricante, o segredo para o preservativo não furar está em uma modificação em sua estrutura. Depois de oito anos de estudo, a Lelo percebeu que ao invés de mudar o material do produto, que é feito de látex como as camisinhas comuns, o ideal seria fazê-lo com uma textura semelhante à pele de cobra.

Esta nova tecnologia faz com que o preservativo não escorregue nem estoure e, por isso, se mantenha seguro – uma preocupação de vários casais.

“Há uma razão pela qual os pneus de chuva na Fórmula 1 têm uma superfície texturizada, enquanto pneus lisos não têm. Isso fornece fixação extra na pista e reduz as chances de derrapagem”, compara a marca em seu site oficial.

Dessa forma, a camisinha conta com hexágonos em sua superfície interna, “porque são fortes, simétricos e divididos perfeitamente; se moldam para qualquer coisa que precisar e ao mesmo tempo são leves e incrivelmente fortes”, destaca a marca. Daí vem o nome do produto, Lelo Hex, de “hexágono”.

A Lelo explica que a textura diferente é interna, o que garante mais segurança e conforto ao casal na hora do sexo. Outra coisa surpreendente: por ser separado em hexágonos isolados, quando acontece um furo no material, ele fica apenas em uma única célula, como explicou o fundador da Lelo, Filip Sedic, em entrevista ao site Tech Insider (em inglês).

O fundador revelou ainda que o preservativo se estica em seis direções a partir de qualquer ponto. Essa flexibilidade o torna mais tolerante à tensão, se comparado aos preservativos comuns.

“É uma vergonha que, em 2016, ainda estejamos usando um produto que é mais ou menos idêntico ao que era há cem anos”, comentou Sedic. “Acredito que, com a tecnologia de hoje, podemos fazer muito melhor”.

Preço e chegada ao Brasil 

Tanta tecnologia não sairá tão barata ao consumidor. Isto porque, enquanto uma unidade da Lelo Hex sairá por, em média, R$ 2,08, a de um preservativo nacional comum à venda atualmente no mercado custa R$ 0,98.

No site da empresa, é possível encomendar 4 pacotes com 12 unidades por R$ 100 (enquanto produzíamos essa matéria, entretanto, essa opção havia se esgotado). No Brasil, o site Loja do Prazer será revendedora oficial a partir de agosto, mas, segundo a assessoria de imprensa, ainda não há um valor estipulado para o produto.

Fonte: Bolsa de Mulher