Taxistas protestam contra o Uber em Fortaleza nesta quarta-feira (11) (Foto: Marina Alves/TV Verdes Mares)
Grupo de taxistas de Fortaleza realiza um protesto contra legalização do serviço Uber em Fortaleza. Os taxistas da capital são contrários à oferta do serviço e temem que ele seja regularizado também na capital cearense. A empresa Uber defende que os usuários têm o direito de escolher o modo como desejam se movimentar pela cidade.

Os taxistas estão concentrados desde as 6 horas na Avenida Leste Oeste, no Bairro Moura Brasil. De acordo com o presidente do sindicato dos taxistas Vicente de Paula Oliveira, o grupo pretende deixar o local por volta das 8h30 e ir até a Câmara Municipal exigir uma resposta dos vereadores.

Os taxistas vão passar pela Avenidas Leste Oeste, Monsenhor Tabosa, Abolição, Virgílio Távora e Pontes Vieira. Até 8h20, cerca de 100 veículos se preparam para o protesto.

O presidente do sindicato informou que o ato tem como objetivo tentar barrar o serviço Uber na capital. “O motivo deste protesto é em relação a este aplicativo, que está chegando em Fortaleza, credenciando o carro particular para fazer o serviço de táxi sem a autorização do município”, explicou.

O grupo quer que os vereadores aprovem um projeto de lei para multar quem fizer serviço irregular de transporte particular e que o prefeito Roberto Claudio “fique do lado da categoria regulamentada”. “Vamos continuar com os protestos na rua, 24 horas, para chamar atenção tanto da prefeitura como do município, para que nós possamos ter o direito de trabalhar sem ser prejudicados.

O Uber vem destruindo as categorias nas capitais do mundo”, finalizou. A empresa Uber, em nota, defende que os usuários têm o direito de escolher o modo como desejam se movimentar pela cidade e também que os motoristas parceiros devem ter preservados os seus direitos constituicionais para trabalhar.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) se posicionou sobre a manifestação dos taxistas. Em nota, a Etufor informou que o Uber não confirma ainda em um serviço de transporte regular de passageiros com regulamentação prevista em lei.

Portanto eles estão possíveis de  multa ou apreensão de acordo com a lei que proíbe o trânsito remunerado de passageiros em veículos não autorizados pela Prefeitura de Fortaleza. UberO serviço de transporte urbano particular por aplicativo Uber começou a operar em Fortaleza no dia 29 de abril.

Presente em mais de 400 cidades de 70 países, Fortaleza é a 11ª cidade a receber a plataforma no País. No Brasil, a empresa atua com mais de 10 mil condutores em Brasília, Belo Horizonte, Campinas, Curitiba, Goiânia, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador.

Para atuar com o aplicativo, o motorista é cadastrado e passa por treinamento. Ele precisa ter idade mínima de 21 anos e provar ter bons antecedentes.

Além disso, precisam ter carteira que permita exercer funções remuneradas, o carro precisa estar com documento em ordem e o condutor ainda precisa ter seguro para o usuário. Os carros precisam ser a partir de 2008, ter quatro portas e possuir ar-condicionado.

No Uber, a tarifa base é de R$ 2,50. O preço por quilômetro percorrido é de R$ 1,20, enquanto o preço por minuto é R$ 0,20.

O valor mínimo da corrida é fixado em R$ 6. Já os taxistas de Fortaleza cobram bandeirada de R$ 4,86 mais o valor da bandeira 1 (que custa R$ 2,38 por km rodado) ou bandeira 2 (R$ 3,57).

O valor para hora parada é de R$ 23,80 (R$ 0,40 por minuto).
.