O game “Bully”, da produtora Rockstar, criadora da série “GTA”, foi relançado no Brasil nesta quinta-feira (23) em versões digitais para PlayStation 4 e PC. A venda do jogo em disco foi proibida em 2008 pelo Ministério Público do Rio Grande Sul, que alegava que “Bully” retratava “situações ditadas pela violência, provocação, corrupção, humilhação e professores inescrupulosos, nocivo à formação de crianças e adolescentes e ao público em geral”. Assista ao trailer acima.

O G1 procurou a Justiça de Porto Alegre e a Sony, responsável pela versão de PS4, para obter um posicionamento sobre o relançamento de “Bully” no Brasil. Esta matéria será atualizada com as respostas.

Quem não cola não sai da escola”Bully” narra a história do garoto Jimmy Hopkins em uma escola fictícia dos Estados Unidos. O game mostra o jovem se virando para “sobreviver” entre valentões e professores autoritários, mas também aprontando suas traquinagens para “sacanear as patricinhas” e “salvar os nerds”, como diz a sinopse do jogo.

‘Bully’, da Rockstar, foi relançado no Brasil para PS4 e PC (Foto: Divulgação/Rockstar)
O game também tem várias outras atividades paralelas envolvendo a vida escolar, e Hopkins precisa passar por provas de inglês, química, mecânica e música para continuar no colégio.
No PS4, “Bully” foi relançado sob o selo PS2 Classics, que leva ao console da Sony versões inalteradas de clássicos do PlayStation 2.

Já na loja online Steam, de PCs, o jogo chega na edição “Bully: Scholarship Edition” – uma remasterização em alta definição originalmente lançada para Xbox 360 e Wii.
.

Fonte: G1 Tecnologia