Espectador conecta cabo em TV digital (Foto: Rede Globo/Reprodução)
O Ministério da Ciência e Tecnologia começa a distribuir nesta quinta-feira (2) 372 mil kits com conversores e antenas para TV digital a famílias de baixa renda do Distrito Federal e de nove cidades do Entorno. A ação faz parte do processo de desligamento do sinal analógico em Brasília, previsto para ser concluído em 26 de outubro deste ano.
Os equipamentos estarão disponíveis nos centros de distribuição.

Para retirar os kits é preciso agendar a entrega pela internet ou pelo telefone 147. Os itens permitem que aparelhos antigos de televisão recebam o sinal digital de TV.

Brasília será a primeira capital do Brasil a desligar o sinal analógico. O processo acontece simultaneamente nas cidades de Águas Lindas, Cidade Ocidental, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Planaltina de Goiás, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás.

Em março, a pasta anunciou que seriam gastos R$ 73,6 milhões com a distribuição dos kits – R$ 40 milhões com os 160 mil beneficiários do Bolsa Família e R$ 33,6 milhões com os inscritos no CadÚnico, cadastro do governo para ingresso em programas sociais. A diferença nos valores se deve ao tipo de equipamento usado.

O então ministro das Comunicações,André Figueiredo (Foto: Diogo Almeida/G1)
De acordo com então ministro das Comunicações (que foi incorporada ao Ministério das Ciências e Tecnologia), André Figueiredo, os inscritos no CadÚnico receberão um kit mais barato. “São equipamentos mais simples, que não têm obrigatoriedade de ter o Ginga [tipo de receptor com mais recursos], que é apenas a obrigatoriedade para o Bolsa Família.

Nós estamos fazendo um acréscimo, justamente, que beneficia uma população que tem dificuldades de aquisição de um conversor.”
O teste piloto do desligamento aconteceu em Rio Verde, em Goiás, em março deste ano.

A frequência liberada pelo sinal analógico será usada para a implantação da 4G na faixa de 700 MHz, leiloada em 2014 pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).Sinal digitalO sinal digital representa maior qualidade de imagem e som, é mais forte e não sofre interferências de obstáculos físicos, ao contrário do analógico.

A imagem chega ao televisor sem ruídos, chuviscos e “fantasmas”.Se o aparelho de TV for mais moderno, dos modelos “fininhos”, é preciso instalar uma antena UHF.

Em outros pontos, uma antena interna resolve.O Distrito Federal será a primeira unidade da federação a ter 100% de sinal digital a partir de outubro.

A previsão anterior do governo era de que a mudança na transmissão ocorresse em abril deste ano. A alteração no cronograma foi divulgada em janeiro.

A primeira cidade da América do Sul a desligar o sinal analógico foi Rio Verde, em Goiás, em 1º de março. A previsão do Ministério das Comunicações é de que a transmissão analógica seja extinta até 31 de dezembro de 2018 em todo o país.

Grupo teatral apresenta encenação sobre TV digitalem vagão do Metrô (Foto: TV Globo/Reprodução)
Pelo cronograma do governo, 35 municípios de São Paulo, incluindo a capital, serão as próximas localidades a terem 100% de sinal digital. O desligamento do sinal analógico deve ocorrer em 29 de março de 2017.

As transmissões de TV digital no Brasil começaram em 2007. Até 2014, foram vendidos mais de 60 milhões de televisores com conversor integrado, que já saem das fábricas preparados para receber esse tipo de sinal.

AçõesEm fevereiro do ano passado, uma ação cultural promovida pela TV Globo divulgou aos passageiros do Metrô do DF as principais diferenças entre os sinais de televisão. Um grupo de teatro percorreu as linhas rumo a Ceilândia e Samambaia simulando uma novela transmitida nos dois formatos.

A atração divertiu os usuários do transporte e esclareceu as dúvidas sobre a nova tecnologia.
A TV Globo de Brasília também promoveu uma conversa com antenistas do DF sobre o sinal digital e o desligamento do analógico, em abril do ano passado.

Profissionais do setor de Engenharia da Globo esclareceram dúvidas e passaram todas as informações aos técnicos na sede do Sesc da 913 Sul.
.

Fonte: G1 Tecnologia