O game em forma de aplicativo ‘Clash of Clans’ foi o mais vendido no segundo trimestre de 2013, segundo a IDC. (Foto: Divulgação)
A Tencent, dona do aplicativo de mensagem e rede social WeChat, se tornou dona da Supercell, a produtora do game “Clash of Clans”. Anunciado nesta terça-feira (21), o negócio eleva o valor de mercado da Supercell para US$ 10,2 bilhões.

A chinesa adquiriu a participação que o banco japonês SoftBank e de outras empresas possuíam da produtora. Com o arranjo, a empresa agora detém 84% da Supercell.

Na semana passada, fontes próximas ao negócio ouvidas pela agência Reuters afirmavam que o negócio seria fechado por US$ 6,6 bilhões, no que seria a maior compra de uma empresa de jogos para aparelhos móveis.
Analistas disseram que com o negócio a Tencent pode aumentar a capacidade de pesquisa e desenvolvimento e aumentar a receita no maior mercado de jogos móveis do mundo.

A receita de jogos móveis da China deverá crescer 17% este ano para 60 bilhões de iuanes (o equivalente a US$ 9,1 bilhões), representando quase um quarto do total do mundo, de acordo com pesquisa de mercado TrendForce.
Jogos online têm sido uma das principais fontes de expansão da Tencent, cujas receitas cresceram 43% no primeiro trimestre de 2016.

No ano passado, a Tencent comprou de 15% da Glu Mobile, que criou os jogos “Deer Hunter” e “Kim Kardashian: Hollywood “, por US$ 126 milhões. O objetivo era ampliar a presença no mercado de games dos EUA.

A empresa também adquiriu a Riot Games, de “League of Legends”, por um valor não revelado.
Além da Riot Games, a Tencent tem ações em outras gigantes do setor, como a Activision Blizzard (“World of Warcraft”) e a Epic Games (“Gears of War”).

A Tencent também é responsável por lançar o game “Candy Crush Saga” na China.
.

Fonte: G1 Tecnologia