Helicóptero modelo H125, da Airbus. (Foto: Divulgação/Airbus)
O Uber começa nesta segunda-feira (13) a partir das 14h a oferecer viagens de helicóptero na cidade de São Paulo.
O UberCOPTER será uma opção adcionada ao lado das já existentes UberX e UberBlack.

Como o projeto, ainda em fase de piloto, é fruto de uma parceria com a Airbus, o usuário será redirecionado para o site da empresa quando clicar na opção. O usuário deve preencher um breve cadastro com informações pessoais como RG, CPF, celular e peso.

A aeronave comporta até cinco passageiros, desde que o limite de 500 kg seja respeitado. O peso do que os tripulantes podem levar consigo também é limitado: malas de mão não podem ultrapassar os 5kg e bagagens devem ter até 25 kg.

A cobrança é individual, ou seja, cada passageiro paga a conta. O valor é uma combinação do custo variável do UberBlack e do preço de deslocamento entre os pontos de decolagem e pouso.

Um voo entre o Blue Tree, na Avenida Faria Lima, e o Aeroporto de Guarulhos, custa em média R$ 271 por assento. O tempo do deslocamento é de 12 minutos, em média.

Além de Guarulhos, outros três aeroportos participam do projeto (Viracopos, em Campinas, e Campo de Marte e Congonhas, em São Paulo), além de cinco helipontos. As aeronaves são de três operadoras, AirJet, Helimarte e UniAir.

A iniciativa é fruto de uma parceria anunciada em janeiro por Uber e Airbus. Na época, as empresas informaram que fariam “transporte sob demanda em helicópteros H125 e H130 do Airbus Group”.

Lancha, Xiaomi e ‘Mad Max’O Uber já fez outras parcerias para expandir as opções dos meios de transporte oferecidos por seus associados, para entregar produtos e até promover filmes. Na Turquia, por exemplo, o serviço criou um serviço de lanchas, chamado de UberBOAT, que funciona apenas em Istambul.

Em outro desses acordos, a empresa norte-americana se aliou à Xiaomi para entregar smartphones da chinesa em Cingapura e Malásia. No Brasil, os produtos entregues são picolés.

Em agosto, Uber e Warner Bros. ofereceram corridas em Seattle (EUA) em carros saídos do universo do filme “Mad Max”.

Na época, o filme “Max Max: Estrada da Fúria” estava em cartaz.
.

Fonte: G1 Tecnologia